0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Boa tarde jovens amigos !!! Macebos companheiros…

Hoje segue um dica bem simples, porém bastante usada pelos nossos destemidos amigos ATG’s desse mundão por ai.

Imagine a cena: Um desenvolvedor ou mesmo um analista chega para vocẽ, mestre ATG e solicita: “Bom dia sábio ATG, recompila o form X lá na Produção para mim, por favor. O form já está no seu e-mail !!!”. Obviamente o pedido vem com aquela cara de cachorro que caiu da mudança que por um segundo você até acredita na sinceridade do distinto quando te chama de sábio não é 🙂

Continuando… Na primeira vez que me pediram isso eu pensei: “O que é que eu tenho a ver com isso? Quer recompilar form faz você que é desenvolvedor, seu @#&*$# !!!”.

Claro que ele faria isso se ele tivesse acesso direto ao servidor de produção, mas se sua empresa for minimamente organizada isso não vai acontecer. Dessa forma, fica a cargo do bom e velho ATG fazer isso. E isso é bem simples conforme abaixo:

1) Acessar o servidor de aplicação
ssh mario@servidor
su – appsprod

2) Ir até o diretório para compilação do form
cd $AU_TOP/forms/

onde:
NLS => PTB ou US (no meu caso que tenho somente as duas linguagens instaladas).

3) Se for um form que já existe e está sendo alterado, faça uma cópia antes apenas para desencargo de consciência.
cp .fmb .fmb-

4) Recompilar o form
f60gen .fmb userid=apps/ compile_all=yes

Importante: Após este processo, é criado um arquivo com o mesmo nome do form, porém com a extensão fmx.

5) Mover o arquivo de extensão fmx para a pasta de destino – fazer uma cópia do fmx anterior antes, também somente por desencargo.
cd $_TOP/forms/

Onde:
MODULO_TOP => TOP do módulo a que pertence o form (AR, AP, RI, etc)
NLS => PTB ou US

6) Refazer a operação para a outra Language, se necessário.

E pronto, jovem mancebo. O form já está recompilado, a sua fama de mestre dos magos está garantida e quem sabe até aquele chocolate que o pessoal usa para te subornar de vez em quando possa estar lá na sua mesa.

Simples e fácil.

Abraço
Mario

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *