0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×
Olá jovens
Outro dia precisei formatar um disco em ext3 para utilização em uma base. Pesquisei um pouquinho e com a ajuda do meu amigo bananão (Breno Rodrigues, abraço) fiz os procedimentos abaixo, rapidinho.
Vou colocar os passos aqui, para não perder e/ou precisar pesquisar/perguntar novamente :D.
Esse processo foi realizado em um HD externo, mas serve para uma LUN apresentada também.
1) Como root, listar o disco ou HD externo – identificado no /var/log/messages
cat /var/log/messages | grep sd
O retorno vaio ser algo desse tipo:
 
Jun 19 12:03:41 server01 kernel: sdp: Write Protect is off
Jun 19 12:03:41 server01 kernel: SCSI device sdp: drive cache: write back w/ FUA
Jun 19 12:03:41 server01 kernel: SCSI device sdp: 1677721600 512-byte hdwr sectors (858993 MB)
Jun 19 12:03:41 server01 kernel: sdp: Write Protect is off
Jun 19 12:03:41 server01 kernel: SCSI device sdp: drive cache: write back w/ FUA
Identificado o disco. No nosso exemplo, será o disco “/dev/sdp”. 
2) Após identificar o disco, vamos verificar se já tem alguma partição criada ali no disco
[root@server01 dev]# fdisk -l /dev/sdm 
– Será uma saída mais ou menos assim:
 
Disk /dev/sdp: 1000.2 GB, 1000204664832 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 121601 cylinders
Units = cylinders of 16065 * 512 = 8225280 bytes
 
Device Boot      Start         End      Blocks   Id  System
/dev/sdp1   *           1      121601   976760000+   7  HPFS/NTFS
 
Importante: Veja que já temos uma partição já criada. Fiz isso apenas para mostrar uma curiosidade que é o de deletar a partição. Geralmente esse passo não será necessário. Ele não tem volta, então tenha certeza que está no disco certo e que o mesmo pode ser formatado.
3) Para limpar
[root@server01 dev]# fdisk /dev/sdp
Comando (m para ajuda): m — Digitei “m” para abrir o HELP
Comando – ação
a alterna a opção “inicializável”
b edita rótulo BSD no disco
c alterna a opção “compatibilidade”
d exclui uma partição
l lista os tipos de partição conhecidos
m mostra este menu
n cria uma nova partição
o cria uma nova tabela de partições DOS vazia
p mostra a tabela de partições
q sai sem salvar as alterações
s cria um novo rótulo de disco Sun vazio
t altera a identificação da partição para o sistema
u altera as unidades das entradas mostradas
v verifica a  tabela de partições
w grava a tabela no disco e sai
x funcionalidade adicional (somente para usuários avançados)
— Vamos escolher a opção “d”.
Command (m for help): d — Opção “d”
Selected partition 1 — Digitar “1”
Command (m for help): w — Digitar “w” para salvar 
 
4) Agora sim vamos criar uma nova partição
[root@server01 dev]# fdisk /dev/sdp
The number of cylinders for this disk is set to 121601.
There is nothing wrong with that, but this is larger than 1024,
and could in certain setups cause problems with:
1) software that runs at boot time (e.g., old versions of LILO)
2) booting and partitioning software from other OSs
 (e.g., DOS FDISK, OS/2 FDISK)
Command (m for help): n     — Digitar “n” pois é uma nova partição
Command action
e   extended
p   primary partition (1-4)
p                                               — Digitar “p” pois é uma partição primária 
Partition number (1-4): 1     — Digitar “1” pois é a partição 1
First cylinder (1-121601, default 1):       — Podemos manter o default apresentado, teclando  
Using default value 1
Last cylinder or +size or +sizeM or 
+sizeK (1-121601, default 121601): — Podemos manter o default apresentado, teclando
+850000M  
Command (m for help): w     — Digitar “w” para salvar
The partition table has been altered!
Calling ioctl() to re-read partition table.
5) Agora basta listar novamente
[root@server01 dev]# fdisk -l /dev/sdp
Disk /dev/sdm: 1000.2 GB, 1000204664832 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 121601 cylinders
Units = cylinders of 16065 * 512 = 8225280 bytes
Device Boot      Start         End      Blocks    Id  System
/dev/sdp1   *           1      121601   976760000+   7  Linux
Importante: Se o sdp1 não aparecer no /dev quando fizer um ls -l, basta executar:
partprobe /dev/sdp
6) Partição criada, basta agora formatar para ext3 ou ext4 como necessitar
Importante: O comando deve ser digitado sem as “. Só coloquei assim pois o blogger não estava aceitando a linha abaixo.
“mkfs -t ext3 /dev/sdp1” — Para EXT3
“mkfs -t ext4 /dev/sdp1” — Para EXT4
— A saída será mais ou menos essa:
mke2fs 1.39 (29-May-2006)
Filesystem label=
OS type: Linux
Block size=4096 (log=2)
Fragment size=4096 (log=2)
103776256 inodes, 207521637 blocks
10376081 blocks (5.00%) reserved for the super user
First data block=0
Maximum filesystem blocks=4294967296
6334 block groups
32768 blocks per group, 32768 fragments per group
16384 inodes per group
Superblock backups stored on blocks:
32768, 98304, 163840, 229376, 294912, 819200, 884736, 1605632, 2654208,
4096000, 7962624, 11239424, 20480000, 23887872, 71663616, 78675968,
102400000
Writing inode tables: done
Creating journal (32768 blocks): done
Writing superblocks and filesystem accounting information:
done
This filesystem will be automatically checked every 37 mounts or
180 days, whichever comes first.  Use tune2fs -c or -i to override.
Pronto. Ext3 ok.
Importante: Note que utilizamos o /dev/sdp1 e não o /dev/sdp.
7) Verificando o tamanho da partição. O número apresentado é o tamanho da partição em blocos.
fdisk -s /dev/sdp1
8) Agora é só montar a nova partição em uma pasta do servidor. No nosso exemplo será o /u09
cd /
mkdir /u09
mount /dev/sdp1 /u09 
9) Acrescentar no FSTAB para montagem automática no reboot
vim /etc/fstab
## Acrescentar a linha abaixo – para EXT4
/dev/sdp1 /u09 ext3 defaults 0 0
 
ou
 
## Acrescentar a linha abaixo – para EXT4
/dev/sdp1 /u09 ext4 defaults 0 0
 
E foi, está lá montado e pronto para usar.
Fica ai como roteiro para não esquecer.
Abraço
Mario

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *